Português com Duda Nogueira

Bem-vindo(a) a meu site!
Sou Duda Nogueira, professora de Língua Portuguesa para concursos públicos no curso EuVouPassar, autora e coordenadora de vários livros na Editora JusPodivm.
Acreditem: é possível aprender português e gabaritar a prova.

Início » Artigos » FCC - Parte I - Questões TRT comentadas item a item

FCC - Parte I - Questões TRT comentadas item a item

02/12/2013
Duda Nogueira

 

 

Guerreiros, ao treino!
Apertem o PLAY!!!
VERBO

Como é pedido?
Fácil: 
- Transposição da voz ativa para a passiva ou vice-versa
- Tempos e modos verbais
- VERBOS MAIS PEDIDOS: premiar, ansiar, continuar, pôr (e seus derivados), substituir, APRAZER, influir, ver, vir, ser, compelir, antever, reaver e dizer.
EU APROUVE, TU APROUVESTE, ELE APROUVE.
 “Diquinha”: MARIOCAI – Mediar – Ansiar – Remediar – Incendiar – Odiar – Comerciar – Agenciar –Intermediar.    

NÃO ESQUECER: para a oração ativa ser transposta para a passiva, o OBJETO DIRETO É OBRIGATÓRIO  

01. (FCC) 
... mas exige em troca um punhado de moedas de ouro.
Transpondo-se a frase acima para a voz passiva, a forma verbal resultante será:
A)     foram exigidas.
B)     são exigidos.
C)     é exigida.
D)     é exigido.
E)     foi exigido.

Resposta correta: (D)
Para transpor a oração da voz ativa para a passiva, é necessário inserir o verbo SER no mesmo tempo em que está o verbo principal da voz ativa e colocar esse mesmo verbo principal da ativa no particípio. Certo? Para transpor da voz passiva para ativa, retire o verbo SER e coloque o verbo principal no mesmo tempo em que está o SER na passiva. Atente-se sempre à concordância entre sujeito e verbo, pois os termos são, obrigatoriamente, trocados.  
... mas    exige (V.T.D)    em troca um punhado de moedas (O.D)
... mas um punhado de moedas É EXIGIDO em troca.
a) Dois erros: tempo verbal (passou do presente do indicativo para o pretérito perfeito do indicativo) e os verbos estão no plural.
b) Verbo no plural.
c) Concordância errada.
e) Alterou o tempo verbal.       

02. (Fundação Carlos Chagas)
...  uma cena da vida cotidiana, uma paisagem ou natureza morta poderiam constituir uma grande pintura tanto quanto uma imagem da história ou do mito. Transpondo-se a frase acima para a voz passiva, a forma verbal resultante será:
a)    poderiam serem constituídas.
b)    poderia vir a ser constituída.
c)    teria podido constituir. 
d)    poderia ser constituída.
e)    poderiam ter sido constituídas.

 Resposta correta: (D) Façamos passo a passo para não haver enganos.

 

 

  1. Encontrar o objeto direto da voz ativa: uma grande pintura.
  2. Iniciar a oração da voz passiva com o objeto direto (que passará a ser sujeito paciente). Se o termo está no singular, o verbo deverá, também, aparecer no singular. Eliminadas alternativas A e E.
  3. Acrescentar o verbo SER + PARTICÍPIO do verbo principal. Importante: se na voz ativa há dois verbos, haverá três na passiva. Eliminada alternativa B. Na alternativa C, acrescentou-se o verbo TER, ou seja, eliminemos, pois o acréscimo só pode acontecer com o verbo SER.

Voz passiva: Uma grande pintura tanto quanto uma imagem da história ou do mito PODERIA SER CONSTITUÍDA por uma cena da vida cotidiana, uma paisagem ou natureza morta. Poderia haver intercalação (emprego de vírgulas na expressão tanto quanto uma imagem da história ou do mito para facilitar), mas não há.  

03. (FCC)
A frase em que o emprego das formas verbais está em harmonia com o padrão culto escrito é:
(A)   Estou disposta a revisar o texto, caso ele manifesta interesse quando vier aqui.
(B)   Esperamos que ele sentencie a nosso favor, já que nunca retorquimos suas decisões.
(C)   Eles ansiam tanto pelo aumento do salário, que sequer discutem o novo valor.
(D)   Se ele continui a se mostrar prestativo pouco importa, pois muitos já o odeiam por sua atuação irresponsável.
(E)    O desejo de todos é o de que premiamos de acordo com as regras que apusemos no cartaz.

Resposta correta: (B) – Sentencie: presente do subjuntivo; retorquir: pretérito perfeito do indicativo.
a) caso ele manifeste = dúvida.
c) Eles anseiam.
d) Se ele continua.
e) O desejo de todos é o de que premiemos = dúvida.  

04. (FCC)
Está plenamente adequada a correlação entre tempos e modos verbais na frase:

A)     As leis de perfeição teriam por objeto mais a bondade do homem que as seguisse do que a da sociedade na qual fossem observadas.
B)     As leis de perfeição tinham por objeto mais a bondade dos homens que as seguir do que a da sociedade na qual serão observadas.
C)     As leis de perfeição terão por objeto mais a bondade dos homens que as tivessem seguido do que a da sociedade na qual terão sido observadas.
D)     As leis de perfeição teriam por objeto mais a bondade do homem que as siga do que a da sociedade na qual têm sido observadas.
E)     As leis de perfeição terão tido por objeto mais a bondade do homem que viesse a segui-las do que a da sociedade na qual fossem observadas.

Resposta correta: (A) Combinação de verbos para facilitar  
Dica tempos condicionais - SERIA SSE combina com RIA - pretérito imperfeito do subjuntivo e futuro do pretérito do indicativo.
a)    Teriam - seguisse - fossem. As alternativas b, c, d e e são descabidas gramaticalmente.  

COESÃO E COERÊNCIA
Neste tópico há questões que abrangem fonologia, morfologia e sintaxe, além da avaliação da clareza da frase, do sentido.  

01 (FCC) 
O invejoso procura destruir a felicidade alheia.
O invejoso age movido também pelo ódio.
O invejoso nutre a expectativa de que o término da felici­dade alheia traga felicidade a ele.
As frases acima se articulam com correção e lógica em:
A)     Como nutre a expectativa, de que o término da felici­dade alheia lhe traga felicidade, o invejoso o qual procura destruir a felicidade alheia, agindo também pelo ódio.
B)     Movido também pelo ódio, o invejoso procura des­truir a felicidade alheia, pois nutre a expectativa de que o seu término lhe traga felicidade.
C)     Com a expectativa na qual o término da felicidade do outro lhe traz felicidade, o invejoso, age também pelo ódio e procura destruí-lo. D)     Por acreditar que, o término da felicidade alheia lhe trará felicidade, o invejoso procura destruir-lhe, agin­do, também, pelo ódio.
E)     O invejoso, o qual age movido também pelo ódio, onde procura destruir a felicidade alheia, nutre a expectativa de que o término desta lhe traga felici­dade. Ø  Comentários:

Resposta correta: (B)
Questão de coesão, pronome, regência e pontuação.
- Perceba que a segunda oração é uma explicação do que foi citado na primeira, por isso o uso da conjunção POIS.
a) Como nutre a EXPECTATIVA DE que o término da felici­dade alheia lhe traga felicidade, o INVEJOSO PROCURA destruir a felicidade alheia, agindo também pelo ódio.
c) Com a expectativa DE QUE o término da felicidade do outro lhe TRAGA felicidade, o INVEJOSO AGE também pelo ódio e procura destruí-la (a felicidade).
d) Por acreditar QUE O término da felicidade alheia lhe trará felicidade, o invejoso procura DESTRUÍ-LA, agin­do, também, pelo ódio.
e) O invejoso, o qual age movido também pelo ódio, PROCURA destruir a felicidade alheia, nutre a expectativa de que o término desta lhe traga felici­dade.  

02.          (Fundação Carlos Chagas)
A Amazônia, dona de uma bacia hidrográfica com cerca de 60% do potencial hidrelétrico do país, tem a chance de emergir como uma região próspera, capaz de conciliar desenvolvimento, conservação e diversidade sociocultural.  
O sentido geral do que se diz acima está retomado, com clareza e correção, em: 
a)    As riquezas naturais da região amazônica e, especialmente, seu potencial hidrelétrico propiciam a ela um futuro promissor, com um desenvolvimento aliado à preservação de sua diversidade ambiental e cultural.  
b)  Com a sua diversidade, o ambiente da Amazônia se dispõe para alcançar sucesso, em parte nos recursos hidrelétricos da região, cerca de muito grandes, por sua conservação, e a prosperidade que virá.

c)    A região que deverá se tornar próspera, é a Amazônia, que com seus recursos hidrelétricos em potencial e a biodiversidade, ela vai ser capaz de concordar com a conservação e o desenvolvimento.
d)    A bacia hidrográfica abundante na região amazônica, com suas hidrelétricas, vão permitir o desenvolvimento dessa mesma região, em conjunto com a diversidade social e ambiental que ali se encontra.
e)    Todo o desenvolvimento da região amazônica, com seus rios abundantes e potencial de construir hidrelétricas, serão o fator do crescimento regional, com desenvolvimento da diversidade e do ambiente.

Resposta correta: (A)
Como sempre, em questões de coesão textual, são pedidos interpretação de texto e gramática aplicada ao texto.
a) Não há erro gramatical e as ideias mantiveram-se.
b) Erros: a expressão “cerca de muito grandes” e a afirmação de que “a prosperidade que virá” (ela pode vir).
c) Além de não haver clareza, o pronome oblíquo está mal colocado: “deverá tornar-se”. Note que há um pronome relativo anteposto, por isso NÃO se pode usar a forma “que deverá se tornar”
d) Erro de concordância: a bacia “vai permitir” e no trecho do enunciado as ideias são incertas (tem chance) e, ao transcrevê-lo, ocorre certeza.
e) Todo o desenvolvimento “será” o fator do crescimento regional. Além de ocorrer, como na alternativa anterior, a alteração de dúvida para certeza.  

03. (FCC)
Está clara e correta a redação deste livre comentário.

A)     Apenas nas crenças que não operam restrições a medidas de saúde, leva-se em conta o valor univer­sal da dignidade humana, para ser bem demons­trado.
B)     Presume-se que o autor não defenda a ideia de que deva o Estado assumir inteira responsabilidade pela prestação de quaisquer serviços públicos de alto custo.
C)     Não seria possível, para o autor, que os serviços mais onerosos aos cofres públicos compitam ao Estado resolver com seus próprios meios.
D)     Uma vez que se atendam as leis do mercado, até mesmo o Estado poderia precaver as ações na área da saúde, sem desmerecer uma sociedade demo­crática.
E)     Entre o que se prega nas religiões e o que implica as leis de mercado, as questões de saúde nada têm a haver com a suposta dignidade humana.

Resposta correta: (B) - Alternativa coesa, clara e sem erro gramatical.
a) Não há clareza, o período está muito confuso.
c) Não há clareza. Cuidado com o verbo “competir”, está conjugado corretamente no presente do subjuntivo (compitam).
d) Atender está no sentido de acatar, obedecer, por isso exige-se o acento grave crase antes de leis: atendam ÀS leis.
e) Além de não haver clareza, há erro gramatical: A VER.  

04. (FCC)
Está clara e correta a redação do livre comentário:

A)  Apesar de se ombrearem com outras artes plásticas, a fotografia nos faz desfrutar e viver experiências de natureza igualmente temporal.
B)  Na superfície espacial de uma fotografia, nem se imagine os tempos a que suscitarão essa imagem aparentemente congelada...
C)  Conquanto seja o registro de um determinado espa­ço, uma foto leva-nos a viver profundas experiências de caráter temporal.
D)  Tal como ocorrem nos espelhos da Alice, as expe­riências físicas de uma fotografia podem se inocular em planos temporais.
E)  Nenhuma imagem fotográfica é congelada suficien­temente para abrir mão de implicâncias semânticas no plano temporal.

Resposta correta: (C)
Questão de coesão, período composto, concordância e ortografia. Conquanto é uma conjunção é uma conjunção concessiva, assim como: embora, ainda que, apesar de que, se bem que, mesmo que, por mais que, posto que.
a) Apesar de se ombrear = a fotografia.
b) imaginem deve concordar com os tempos = os tempos nem são imaginados; suscitará concorda com imagem.
d) Tal como ocorre nos espelhos da Alice.
e) suficientemente = o suficiente.  

TRANQUIiiiiiilo demais!

Abraço
;)

Duda Nogueira

Cadastre-se: http://www.portuguescomdudanogueira.com.br/aluno/cadastro

« Voltar